Notícias > Valor acrescentado bruto da silvicultura cresce 6,6% em 2010
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Valor acrescentado bruto da silvicultura cresce 6,6% em 2010

O valor acrescentado bruto (VAB) da silvicultura registou em 2010 um crescimento de 6,7% em volume e 6,6% em valor, face ao ano anterior. Para este resultado contribuiu essencialmente um acréscimo de produção de 5,7% em volume e 0,3% em preços, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).


Os dados do INE dão conta que o VAB na atividade silvícola e de exploração florestal atingiu o máximo no ano 2000, tendo terminado em 2010 com um valor inferior em cerca de 19,2%. Ao longo deste período o VAB decresceu em termos médios anuais, 2,1% e 3,2%, em volume e em valor respetivamente.


Quando à produção, entre 2000 e 2010, registou uma taxa de variação média anual de -2% em volume e de -2,3% em valor, o que refletiu o efeito da diminuição dos preços no produtor.

Em 2010 a produção de madeira foi ligeiramente inferior ao do ano anterior (-1,0%). Esta evolução foi reflexo dos cortes efetuados para aproveitamento de árvores no âmbito das medidas de controlo da doença do nemátodo. Já a produção de cortiça, para o mesmo ano, registou um aumento de volume e valor, em cerca de 4% e 6,1%, respetivamente.

Fonte: Vida Rural

 
 
02-07-2012
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares