Notícias > Comércio_Cimeira UE/África do Sul
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Comércio_Cimeira UE/África do Sul

A V cimeira União Europeia-África do Sul realiza-se esta terça-feira, em Bruxelas, para celebrar os primeiros meses do acordo bilateral de comércio, desenvolvimento e cooperação.

A entrada em vigor a 01 de Janeiro deste ano do acordo de livre comércio, que havia sido inicialmente assinado em 1999, é apontado por ambas as partes como um marco na relação entre a União Europeia (UE) e a África do Sul, que pretendem aprofundar nos mais diversos níveis, incluindo nos domínios da paz e segurança, tecnologia e ambiente.

«A nossa cooperação bilateral está a evoluir em amplitude e profundidade. O primeiro ano de plena implementação do nosso acordo bilateral de comércio, desenvolvimento e cooperação é 2012, que proporcionou oportunidades acrescidas de comércio nos dois sentidos e, como resultado, mais oportunidades de trabalho», sublinhou o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, numa declaração divulgada em Bruxelas.

Também do lado sul-africano, as autoridades sublinharam, na véspera da cimeira, que esta se realiza tendo como pano de fundo o marco que constitui a plena implementação do acordo bilateral, que possibilitou a entrada em vigor a 01 de Janeiro da zona de comércio livre.

As duas partes sublinham também o facto de a UE, no seu todo, ser, de forma destacada, o principal parceiro comercial da África do Sul, tendo o comércio aumentado 128 por cento desde 2004, para em 2011 representar cerca de 30 por cento do fluxo comercial sul-africano, envolvendo valores a rondar os 47,1 mil milhões de euros.

No entanto, europeus e sul-africanos dizem-se igualmente apostados em aprofundar a cooperação bilateral noutros domínios e dar continuidade aos progressos registados na IV cimeira, realizada em 2011, no Kruger Park, África do Sul.

«Em Dezembro do ano passado, a África do Sul acolheu com sucesso a conferência de Durban sobre alterações climáticas. Vamos agora empenhar-nos em conjunto para construir aquilo que foi alcançado em Durban», em «vésperas» da conferência das Nações Unidas para o Clima, em Doha, assinalou Durão Barroso.

Por seu lado, o presidente do Conselho Europeu, Herman van Rompuy, fez votos para que as duas partes reforcem a parceria na área da paz e segurança. «Temos uma responsabilidade conjunta de ajudar a Somália e o Sahel a alcançarem um desenvolvimento e paz duradouros, a por fim à espiral de violência e repressão na Síria. E estamos interessados em reforçar a cooperação contra a pirataria, que afecta tanto a África do Sul como a Europa», disse Van Rompuy, que representará a UE na cimeira juntamente com Durão Barroso.

A delegação da África do Sul será encabeçada pelo Presidente Jacob Zuma e integrará ainda seis ministros do governo sul-africano.

 

 

Fonte:Lusa

 
 
18-09-2012
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares