Notícias > Preços mundiais dos porcos podem aumentar no final de 2012
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Preços mundiais dos porcos podem aumentar no final de 2012

O sector suíno mundial atravessa por um dos períodos mais turbulentos da sua história, com grandes contrastes de preços entre os diversos produtores de porcos do mundo, isto de acordo com o informe trimestral do Rabobank.

Nos Estados Unidos da América (EUA), Canadá e Coreia do Sul registaram-se quedas de preços em consequência do aumento de oferta de porcos e de reprodutoras como reacção dos suinicultores que por esta via tentaram reduzir efectivos e consequente diminuição de custos. Pelo contrário, no Brasil e na União Europeia (UE) a situação tem sido muito diferente com preços mais altos.

Em qualquer destas regiões houve uma descida de efectivos como consequência da baixa rentabilidade que atingiu o sector e na Europa também pelo facto de muitas explorações não apresentarem condições de adaptação às novas regras de bem-estar animal.

Só no último ano assistimos a uma redução de cerca de 3,9 por cento do efectivo reprodutor. Por outro lado, tanto o Brasil como a UE foram beneficiados pela desvalorização do euro facilitando assim as exportações.

Segundo o Rabobank, os preços mundiais do porco vão manter-se sob pressão nos primeiros meses deste trimestre mas no final do ano haverá uma tendência de recuperação que se prolongará por todo o 2013.

Quanto aos cereais é previsível uma manutenção de preços elevados durante todo o ano como consequência da seca nos EUA, Rússia e América do Sul. No entanto, e apesar deste ambiente optimista, o Rabobank alerta para o facto do mercado vir a apresentar alguma volatilidade nos próximos anos, em especial devido à volatilidade verificada também nos preços das matérias-primas pelas flutuações da moeda e até mesmo pela inconstância da procura da China, um dos maiores mercados finais da produção de outras regiões do mundo.

Por fim, e tal como foi bem demonstrado no Simpósio Anaporc, a contínua progressão da Peste Suína Africana (PSA) na Rússia será também um factor a ter em conta na evolução dos preços.

 

Fonte: FPAS/CONFAGRI

 
 
30-10-2012
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares