Notícias > Situação do mercado internacional de cereais
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Situação do mercado internacional de cereais

Os preços de exportação dos cereais assinalaram uma subida generalizada ao longo do mês de Fevereiro, perante a preocupação devido a condições atmosféricas em algumas regiões produtoras, e também dificuldades logísticas.

 

Segundo o Conselho Internacional de Cereais (CIC), em termos globais, o Índice de Cereais e Oleaginosas (GOI), ganhou cinco por cento desde o mês passado, embora os preços continuem oito por cento inferiores aos registados um ano atrás, devido às perspectivas favoráveis para a produção.

 

Os preços da exportação de soja passaram por um aumento significativo, o sub-Índice avançou oito por cento durante o mês, apoiado pelas condições adversas na América Sul. Apesar de esperar-se uma colheita mundial recorde, o crescimento da procura também é forte, sendo previsível que as existências no final da campanha passem por um aumento bastante modesto.

 

Em relação ao trigo, os valores também subiram. O sub-Índice do GOI do CIC ganhou dois por cento ao longo do mês, já que os problemas logísticos e a preocupação assinalada devido ao mau tempo nos Estados Unidos superaram o impacto da grande oferta e as perspectivas são, em geral, favoráveis para as colheitas.

 

Os valores do milho também subiram cerca de quatro por cento no mês de Fevereiro, com o apoio da produra internacional e o ritmo, por vezes lento, por parte dos produtores. O sub-Índice de milho do GOI do CIC manteve-se a um nível 23 por cento inferior ao registado o ano passado, reflectindo as perspectivas relativamente confortáveis para a oferta mundial.

 

O CIC estima um aumento na produção global total de cereais de 10 por cento por ano, fixando-se em 1.966 milhões de toneladas. Prevê-se que o comércio alcance um nível sem precedentes e que as existências cresçam cerca de 52 milhões de toneladas. No entanto, os futuros de aveia mantêm máximos históricos, apoiados pelas existências baixas nos Estados Unidos e pelos obstáculos para as exportações do Canadá, com destaque da oportunidade para os exportadores da União Europeia, contudo, espera-se que o mercado se mantenha ajustado a curto prazo.

 

Fonte: Agrodigital

 
 
04-03-2014
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares