Notícias > USDA prevê existências mundiais de soja inferiores em relação a Fevereiro
  Voltar Imprimir
 

 

 
  USDA prevê existências mundiais de soja inferiores em relação a Fevereiro

A soja foi protagonista da informação mensal de previsões de colheitas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos da América (USDA), que reduziu a produção mundial de soja em 285 milhões de toneladas na campanha de 2013/2014.

Esta descida deve-se a uma diminuição de 1,5 milhões nas estimativas da produção brasileira de soja para 2013/21014, que chega a 88,5 milhões de toneladas. Também a produção do Paraguai desceu de 9,3 para 8,10 milhões de toneladas.

A previsão para as existências finais da campanha fixou-se em 70,6 milhões de toneladas, ou seja, inferior à quantidade esperada pelos operadores e muito mais baixa que a estimada em Fevereiro, o que levou a uma queda dos preços.

No caso do trigo, não houve grandes mudanças na balança da oferta e procura dos Estados Unidos em 2013/2014, deixando os “stocks” finais inalterados, com um total de 15,2 milhões de toneladas. A nível mundial, os valores de produção aumentaram ligeiramente para 712,milhões de toneladas, frente aos 711 previstos em Fevereiro. Esta situação é consequência de uma revisão em alta dos valores de colheita na Austrália e na India. As existências finais da campanha subiram 100 mil toneladas, até um total de 193,8 milhões de toneladas.

Para o milho, as maiores exportações da América do norte na campanha de 2013/2014 resultaram num nível de “stocks” abaixo do esperado. Também para a América do Sul espera-se uma redução da produção, o que pode conduzir a uma revisão também em baixa das existências mundiais no final da campanha.

Contudo, o USDA surpreendeu ao deixar inalterados os valores de produção na Argentina, de 24 milhões de toneladas e no Brasil, de 70 milhões. Pelo contrário, melhorou em 200 mil toneladas a colheita prevista para a União Europeia, com 64,9 milhões de toneladas e em 700 mil toneladas para a da China, de 217,7 milhões. Em consequência, estima-se 967,5 milhões de toneladas frente aos 966,6 previstos em Fevereiro. Por seu lado, as existências mundiais do final da campanha subiram para 158,5 milhões de toneladas, mais 1,2 milhões.

 

Fonte: Agrodigital

 
 
11-03-2014
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares