Notícias > Copa-Cogeca: Estimativas para a campanha de cereais 2014-2015 na UE-28
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Copa-Cogeca: Estimativas para a campanha de cereais 2014-2015 na UE-28

O Copa-Cogeca divulgou as suas estimativas para a campanha de cereais de 2014-2015 na União Europeia dos 28, prevendo boas culturas de Inverno, embora o período de crescimento ainda esteja numa fase inicial.

As alterações de previsões surgiram na reunião entre o Grupo de Trabalho do Copa-Cogeca com os Estados-membros, os quais apresentaram um cenário positivo para as culturas devido ao Inverno ameno que se fez sentir este ano.

Apesar de algumas incertezas sobre a época de plantação do milho, a área total deste cereal deverá ser estável, prevendo-se um aumento de 1,5 por cento da produção na União Europeia em relação ao ano passado e uma ligeira melhoria para o trigo.

O presidente do grupo de trabalho da organização, Max Schulman, congratulou-se com a situação em geral positiva para as culturas, sem deixar de destacar, no entanto, que ainda é muito cedo para ter certezas dos resultados.

As condições de seca em algumas regiões e a geadas que podem vir a atingir a zona norte, para além da incerteza se os produtores de cereais terão condições económicas para cobrirem os custos crescentes, tais como os fertilizantes e produtos fitofarmacêuticos, uma situação que pode vir a pressionar os agricultores para explorarem toda a área potencial de produção, alertou o responsável.

De acordo com o Copa-Cogeca, as estimativas provisórias figuram um aumento para a produção de trigo mole de 2,7 por cento, até um total de 136,199 milhões de toneladas para este ano e uma quebra na produção de cevada de 0,4 por cento.

Fonte: Copa-Cogeca

 
 
28-03-2014
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares