Notícias > Crise entre Rússia e Ucrânia afecta exportações de milho
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Crise entre Rússia e Ucrânia afecta exportações de milho

O Porto de Sebastopol, situado na Crimeia, apesar de ser estratégico para a Rússia como base naval, não é um centro nevrálgico para as exportações de cereais ucranianas, ao contrário dos de Odessa e Nikolaiev, com 59 e 33 por cento, respectivamente, de volume de milho exportado.

Nos finais de Fevereiro a Ucrânia exportou 25 milhões de toneladas de cereais, dos quais, 7,4 milhões de trigo e 15 milhões de milho. A incerteza pesa sobre as culturas de milho. Os agricultores não têm acesso a créditos de campanha que lhes permita adquirir sementes e fertilizantes para proceder às plantações. Segundo os dados avançados pela FranceAgrimer, a um de Março foram cultivados 25.100 hectares de milhos, dos quais, 23.500 na Crimeia.

A evolução da produção de milho na Ucrânia é desconhecida, no entanto, a consultora ODA não espera grandes alterações. Contudo, os agricultores podem optar por mudar as culturas de milho por soja ou de girassol, que são sementes menos dispendiosas e necessitam de menos tratamentos.

 

A FranceAgrimer prevê que a colheita de 2014 na Ucrânia esteja condicionada por 1,5 milhões de toneladas de cereais produzidos na Crimeia. 

 

Fonte: Agrodigital

 
 
02-04-2014
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares