Notícias > Excedente comercial da zona euro aumenta quatro por cento para 732 ME
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Excedente comercial da zona euro aumenta quatro por cento para 732 ME

Portugal apresenta défice de mil milhões em Janeiro. As exportações cresceram dois por cento, enquanto as importações cresceram 10 por cento.

 

 A balança do comércio internacional da zona euro registou um excedente de 13,6 mil milhões de euros em Fevereiro deste ano em comparação com os 9,8 mil milhões de euros registados no mesmo mês do ano passado.

 

Os dados constam do Eurostat e foram divulgados esta terça-feira. Na comparação mensal, verifica-se que o excedente verificado em Fevereiro foi superior ao de Janeiro, de 0,8 mil milhões de euros. As exportações cresceram 1,2 e as importações 0,6 pontos percentuais.

 

Em termos de União Europeia (UE), as primeiras estimativas para Fevereiro apontam para uma balança comercial superavitária de 4,4 mil milhões de euros, em comparação com os 1,2 mil milhões de euros registados em Fevereiro de 2013. Em Janeiro de 2014, o saldo foi negativo em 13,3 mil milhões de euros em comparação com os 17,2 milhões de euros negativos registados em Janeiro de 2013, porém em Fevereiro estes números terão invertido a tendência, tendo as exportações no conjunto dos 28 países aumentado 0,9 pontos, enquanto as importações caíram 0,5 por cento.

 

A União Europeia reduziu as importações feitas aos seus maiores parceiros comerciais em Janeiro deste ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior, à excepção da Turquia de onde importou mais três por cento e da China com um aumento de um poo cento. A maior quebra registou-se com a Rússia, com -10 por cento. Do lado das exportações, os maiores aumentos vieram da China e do Japão, respectivamente com 12 e oito pontos. Já o Brasil e Rússia compraram menos 10 por cento à União Europeia, seguidos pela Turquia com cinco por cento.

 

Os dados relativos aos Estados-membros, referentes a Janeiro mostram que Portugal registou um défice comercial de mil milhões de euros, que compara com os 600 milhões registados no período homólogo do ano anterior. As importações em Janeiro cresceram 10 pontos percentuais, enquanto as exportações não foram além de um aumento de dois pontos. Com estes valores Portugal tem o quinto maior défice comercial da UE.

 

Em pior situação encontram-se o Reino Unido com 9,6 mil milhões de défice comercial, seguido pela França com 8,2 mil milhões de euros, Espanha com 2,5 mil milhões de euros e a Grécia com 1,6 mil milhões de euros.

 

Com o maior superávit aparece a Alemanha que registou 15,3 mil milhões de euros em Janeiro, seguida pelos Países Baixos com cinco mil milhões de euros e pela Irlanda com 2,4 mil milhões de euros.

 

Fonte: Diário Económico

 
 
15-04-2014
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares