Notícias > Situação do mercado internacional de cereais
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Situação do mercado internacional de cereais

O índice de Cereais e Oleaginosas do CIC (GOI) revelou uma ligeira subida ao longo do mês de Abril, devido ao avanço do milho e da soja que compensou as descidas para o trigo e a cevada.

 

De acordo com a última informação do Conselho Internacional de Cereais (CIC), apesar da subida provocada pelo mau tempo em meados de Abril, o sub-Índice de trigo do GOI do CIC perdeu cerca de dois por cento no respectivo mês, sendo que a grande oferta imediata e as perspectivas favoráveis das colheitas de 2014 compensaram a preocupação pelo mau tempo e a incerteza política na região do Mar Negro.

 

Prevê-se que a produção mundial diminua dois por cento em 2014/2015, para um total de 697 milhões de toneladas, sobretudo devido aos rendimentos médios mais estáveis depois dos níveis elevados na campanha passada. Espera-se que o comércio registe uma descida ao ano para fixar-se em 144 milhões de toneladas, tendo em conta a provável queda da procura por parte da China.

 

Em relação ao milho, o sub-indice do GOI ganhou um por cento, apoiado pela procura das exportações e pela preocupação perante o lento início das plantações de Primavera nos Estados Unidos, contudo, e reflectindo a grande oferta mundial, os preços registaram uma queda anual de 10 por cento.

 

A redução dos preços estimulou a procura mundial, estimando-se que o comércio alcance níveis sem precedentes. Espera-se que a produção mundial diminua dois por cento para cerca de 950 milhões de toneladas em 2014/2015, dado a descida dos rendimentos a partir dos resultados excepcionais na campanha anterior, sendo previsível que aumentem as existências e que o comércio se mantenha forte. Os mercados físicos de sojas registaram um aumento liquidam durante o mês de Abril e o sub-Índice do GOI do CIC ganhou dois por cento, o que apoiou a oferta reduzida da campanha passada nos Estados Unidos.

 

Para a produção mundial de soja estima-se um valor recorde de 282 milhões de toneladas em 2013/2014, mas apesar das existências finais virem a crescer cerca de quatro por cento, a oferta mundial será menos abundante me relação ao esperado no início. Estima-se que o comércio mundial e soja aumente cerca de 11 +por cento em 2013/2014, para um total de 108 milhões de toneladas, devido, quase exclusivamente ao crescimento da procura pela China. Neste ponto, prevê-se que a produção mundial de colza diminua quatro por cento em 2014/2015, com rendimentos médios inferiores ao recorde desta campanha.

 

Fonte: Agrodigital

 
 
30-04-2014
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares