Notícias > Presidência grega da UE passa para Itália directrizes a seguir no sector do leite
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Presidência grega da UE passa para Itália directrizes a seguir no sector do leite

Os ministros da Agricultura da União Europeia não adoptaram as conclusões sobre o sector do leite, preparadas pela presidência grega na reunião do Conselho, que decorreu esta semana.

 

Tendo em conta esta decisão, cabe à próxima presidência italiana decidir o futuro trabalho a realizar neste sector no segundo semestre deste ano. O Conselho está dividido em dois grupos. Um constituído pelos países do norte, que têm vindo a aumentar a sua produção, com risco de superar a sua referência e pedem que no último ano de quotas se permita uma aterrizagem suave perante a nova situação sem quotas, ou seja, solicitam algum tipo de perdão da supertaxa.

 

O segundo grupo, constituído pelos países cujos produtores procuram ajustar as suas quotas e não correm o risco da supertaxa, não apoiam nenhuma medida de contenção da mesma, defendendo que esta supunha uma penalização aos que respeitam as normas.

 

Na reunião de Conselho, a Comissão também apresentou a sua informação sobre a implementação do pacote do leite. Segundo a Comissão, a situação do mercado do leite na União Europeia é actualmente favorável e o prognóstico a médio prazo é positivo, apesar da interferência de uma grande volatilidade dos preços.

 

Segundo o documento, quase todos os Estados-membros adoptaram critérios nacionais para o reconhecimento das organizações de produtores e as negociações colectivas sobre o pacote do leite. Contudo, é demasiado cedo para ver efeitos significativos no sector do leite nas regiões desfavorecidas.

 

Fonte: Agrodigital

 
 
18-06-2014
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares