Notícias > Moçambique prevê diminuir dependência de importação de arroz até 2020
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Moçambique prevê diminuir dependência de importação de arroz até 2020

O Governo moçambicano prevê reduzir, até 2020, a importação de arroz em 20%, anunciou o director nacional dos Serviços Agrários, Mahomed Valá, citado pela agência de notícias moçambicana AIM.

No mesmo período estará em curso um projecto para garantir a sustentabilidade do consumo e produção do arroz em Moçambique, informou Mahomed Valá, à margem de uma reunião em Maputo do Comité de Coordenação dos Projectos de Melhoramento da Produtividade do Arroz no Regadio de Chókwè, Gaza, e no Regadio da Maganja da Costa, província central da Zambézia.

De acordo com os dados apresentados no encontro, que contou com a participação de países financiadores, Moçambique importa cerca de 350 mil toneladas de arroz por ano, o correspondente a cerca de 106 milhões de euros. A produção, assente no uso de técnicas rudimentares, conhecimento limitado, ineficiência na gestão da água e de infraestruturas, mantém o sistema de cultivo e produção do arroz em Moçambique em níveis de subsistência familiar.

"Nos próximos dois anos, o país vai processar 180 mil a 200 mil toneladas de arroz só no Chókwè em Gaza, sul do país, e no Baixo Limpopo com vários intervenientes", assegurou Mahomed Valá.

Estima-se que Moçambique tenha uma área de cerca de 900 mil hectares para produção de arroz, dos quais somente 230 mil estão a ser explorados.

Fonte: Agroportal / Lusa 

 
 
25-08-2014
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares