Notícias > Exportações portuguesas voltadas para economias emergentes
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Exportações portuguesas voltadas para economias emergentes

As empresas portuguesas que se querem dedicar à exportação apostam sobretudo nas economias emergentes, como a Colômbia e o Brasil, bem como alguns países africanos. Para trás ficam os países da Europa, mais desgastada pela crise. Assim, no que toca a apostar na exportação, vem à cabeça dos principais empresários portugueses países como a Colômbia, Brasil, Angola, Chile e Moçambique.

A África e a América Latina são os continentes em que as empresas portuguesas têm os olhos postos, já que se tratam de economias emergentes, que contrastam com uma Europa abalada pela crise económica.

A título de exemplo, o grupo Rangel tem presença directa em Angola, Moçambique, Cabo Verde, Brasil e Espanha sendo que equaciona entrar em mercados como a Colômbia, Chile e Peru. “São mercados onde o nosso ‘know how’ é mais apreciado”, refere o presidente do grupo, Eduardo Rangel, acrescentando: “Não vamos investir mais na Europa”.

Mas há outros mercados onde apostar na exportação se pode traduzir em oportunidades para as empresas estrangeiras, nomeadamente as portuguesas. É exemplo o caso do Cazaquistão que criou este ano a União Económica Eurasiática, a entrar em vigor já no próximo mês de Janeiro. Ainda na Ásia, o Azerbaijão e os Emirados Árabes Unidos são países a que os empresários devem estar atentos.

Já no continente africano, além de Marrocos, ao Gana – a segunda maior economia da África Ocidental, a seguir à Nigéria – e a Moçambique, onde a língua é um elemento facilitador.

O México também não deve ser esquecido, já que é, depois do Brasil, a segunda maior economia da América Latina. Finalmente, importa não esquecer a Alemanha que tem um peso relevante para as exportadoras portuguesas.

Fonte: ANIL / www.noticiasaominuto.com

 
 
01-12-2014
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares