Notícias > Exportações da União Europeia aumentam após um ano de embargo russo
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Exportações da União Europeia aumentam após um ano de embargo russo

As exportações da União Europeia para a Rússia de carnes, lacticínios e frutas e hortícolas estão submetidas a um embargo desde Agosto de 2014, no entanto, os aumentos da exportação para outros destinos e de outros produtos compensou o efeito do mesmo.

As exportações totais agro-alimentares da União Europeia (UE) para terceiros países aumentaram o seu valor em 5,7 por cento num ano, de Agosto de 2014 a Julho de 2015. Em Julho o crescimento foi de oito por cento e as previsões para o segundo semestre são positivas.

Dentro dos produtos proibidos, nem todos foram afectados por igual, já que alguns conseguiram, inclusive, aumentar as suas exportações, equilibrando a falta do mercado russo com outros mercados. È o caso da carne de bovino, cujas exportações subiram 23 por cento entre Agosto de 2014 e Julho de 2015 e a carne de aves, com um crescimento de cinco por cento. No caso da carne de porco, o seu nível de exportação manteve-se constante, sem subidas ou descidas frente ao período precedente.

Nos lacticínios, a manteiga é o único que assinala mais três por cento, ao contrário de outros produtos que não conseguiram recuperar do embargo, As exportações de queijo desceram em 10 por cento, as de leite desnatado em pó cerca de 14 por cento e leite inteiro em pó, 24 por cento. O sector das frutas e hortícolas nem recuperou, com uma descida de 12 por cento.

Fonte: Agrodigital

 
 
25-09-2015
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares