Notícias > Espanha: Colheita de azeite pode alcançar 1,24 milhões de toneladas
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Espanha: Colheita de azeite pode alcançar 1,24 milhões de toneladas

O Conselho Sectorial de Azeite das Cooperativas Agro-alimentarias de Espanha reuniu, no passado dia 01 de Outubro, para fazer um balanço da situação do olival nas distintas zonas produtoras e realizaram uma estimativa da próxima colheita de azeite, que prevê cerca de 1.240.000 toneladas.

Este valor pode variar segundo a evolução do clima nas próximas semanas, mas não há dúvida que as altas temperaturas registadas na Primavera e no Verão, assim como a falta de chuva nas principias zonas de olival do país, têm diminuído o potencial do olival quebrando com as expectativas iniciais, tendo em conta a natureza do olival, de ter uma boa produção depois da má colheita anterior. No final, trata-se de uma colheita média.

Por zonas, destaque para a Andaluzia, onde se prevê uma colheita superior a um milhão de toneladas, o que supõe mais 56,5 por cento em relação à anterior. Para a segunda região produtora, Castilla-La Mancha, estima-se um resultado em torno das 60 mil toneladas, ou seja, com um aumento de 17,5 por cento em comparação à anterior. Tanto para Castilla-La Mancha como Extremadura, mesmo com expectativas de colheita ligeiramente superior à anterior, será substancialmente inferior à média.

Apenas na Comunidade Valenciana aguarda-se uma colheita superior à média, até um total de 25 mil toneladas, mais 72,6 por cento.

Em relação às expectativas do mercado na próxima campanha, o Conselho Sectorial destacou a reduzida ligação entre campanhas não apenas a nível mundial, mas também em Espanha.

Fonte: Agrodigital

 
 
07-10-2015
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares