Notícias > Produção mundial de azeite pode atingir 2,9 milhões de toneladas
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Produção mundial de azeite pode atingir 2,9 milhões de toneladas

O Conselho Oleícola Internacional, apesar de ainda ser muito prematuro fazer estimativas sólidas para a produção mundial de azeite na campanha 2015/2015, prevê 2,9 milhões de toneladas.

Esta estimativa supõe um aumento de mais 22 por cento frente à campanha anterior. Espera-se que a Espanha venha a alcançar 1,2 milhões de toneladas, o que representa um crescimento de 38 por cento, seguida pela Itália, com 350 mil toneladas, mais 58 por cento, a Grécia, com 320 mil, maus sete por cento e Portugal, com um total de 92 mil toneladas, mais 51 por cento em relação à campanha anterior.

O Conselho Oleícola Internacional (COI) destaca a produção da Síria, estimada em 215 mil toneladas, mais 105 por cento; a Turquia, com 143 mil toneladas; Marrocos, com 130 mil, Argélia atinge uma produção de 73.500 toneladas, um caso de aumento constante durante as últimas duas campanhas.

Para a campanha 2014/2015, que terminou no passado dia 30 de Setembro, prevê-se uma produção mundial de 2,39 milhões de toneladas, o que supõe uma redução de -27 por cento em comparação ao período anterior. O consumo, apesar de reduzir foi em menor proporção, -5% até 2,9 milhões de toneladas.

Os países europeus alcançaram 1,43 milhões de toneladas, o que representa uma quebra de -42 por cento, liderados pela Espanha, com 837.600 toneladas e -53 por cento; seguida pela Grécia, com 300 mil toneladas, registando mais 127 por cento; a Itália, com 222 mil toneladas, -52 por cento e Portugal, com 61 mil toneladas, - 33 por cento.

De destacar que na Tunísia a produção aumentou em 321 por cento até as 295 mil toneladas, que é o valor recorde.

Fonte: Agrodigital

 
 
15-10-2015
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares