Notícias > Na última década Argentina perdeu liderança na maioria dos alimentos que exporta
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Na última década Argentina perdeu liderança na maioria dos alimentos que exporta

De um total de 11 produtos agro-alimentares, que são os mais exportados pela Argentina, oito desceram a sua posição mundial dos maiores exportadores, cerca de 70 por cento dos seus principais produtos, na última década.

Apenas a soja e os produtos derivados mantiveram as posições. Em 2005, Argentina era o principal exportador mundial de óleo e farinha de soja e o terceiro maior exportador de grão de soja, um ligar que mantém depois de 10 anos. No entanto, apesar da Argentina manter a liderança mundial em soja, cresceu menos que o Brasil em matéria de produção durante a última década. Enquanto o Brasil aumentou em 100 por cento a Argentina apenas o fez em um terço.

Os restantes produtos perderam posições. A Argentina era o principal exportador de óleo de farinha de girassol em 2005, mas actualmente desce para a terceira posição. Na carne de bovino deixou de ser o terceiro maior exportador para a oitava posição.

Os produtores estimam que a perda de posicionamento a nível mundial deve-se à falta de previsibilidade de normas para fazer investimentos, a uma carga fiscal recorde, quota para a exportação, aumento nos requisitos burocráticos e regimes de informação, a uma macroeconomia com grandes desequilíbrios e à ausência de uma política anticiclica como levaram a cabo países competidores como o Brasil ou clientes como a Rússia.

Fonte: Agrodigital

 
 
21-12-2015
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares