Notícias > Alqueva: Dois novos perímetros de regadio em Beja e Vidigueira
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Alqueva: Dois novos perímetros de regadio em Beja e Vidigueira

Dois novos perímetros de regadio no âmbito do sistema global do Alqueva vão entrar em exploração na atual campanha de rega, num total de 11.167 hectares, nos concelhos de Beja e Vidigueira.

Os blocos de rega Beringel/Beja e o Circuito Hidráulico de São Matias estão «em condições de regar» e disponíveis para serem aproveitados na presente campanha, adiantou fonte da Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA).

As obras, revelou a EDIA, beneficiam «perto de 400 proprietários» e, à semelhança dos perímetros já em exploração, aquando da sua entrada em funcionamento, «não serão cobrados os volumes de água utilizados» neste que é o «ano zero» dos dois aproveitamentos hidroagrícolas, ou seja «o ano de testes».

Os novos perímetros de rega foram apresentados na quarta-feira publicamente, na sede da EDIA, em Beja, numa sessão, em que participaram agricultores e proprietários, para prestar esclarecimentos sobre os processos ligados à fase de exploração dos mesmos.

Integrado no subsistema de rega de Alqueva, o aproveitamento hidroagrícola de Beringel/Beja beneficia cerca de 5.300 hectares, distribuídos por quatro subblocos localizados no concelho de Beja, nas freguesias de Mombeja, São Brissos, Santa Clara de Louredo, Santiago Maior e São João Batista.

Já o aproveitamento associado ao Circuito Hidráulico de São Matias, integrado no subsistema de rega de Pedrógão, serve uma área de 5.867 hectares.

Dividido em quatro subblocos, o perímetro situa-se nos concelhos de Beja, freguesias de São Matias, Santa Maria da Feira, Santiago Maior, Nossa Senhora das Neves, São Brissos e Baleizão e de Vidigueira, freguesia de Selmes.

«No total, serão mais 11.167 hectares constituídos por cerca de 114 quilómetros de redes secundárias de rega, três estações elevatórias, perto de 300 bocas de rega, 13 quilómetros de rede viária e 24 quilómetros de redes de drenagem», realçou a empresa gestora do Alqueva.

Na actual campanha de rega, frisou a EDIA, o Alqueva «terá 120 mil hectares de área servida com as infraestruturas do projecto».

Fonte: Lusa

 
 
20-05-2016
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares