Notícias > CE prevê aumento da produção da UE de todas as carnes excepto de porco
  Voltar Imprimir
 

 

 
  CE prevê aumento da produção da UE de todas as carnes excepto de porco

A Comissão publicou a sua última informação de perspectivas a curto prazo para os mercados agrícolas da União Europeia em 2016 e 2017.

No sector da carne de porco, espera-se que em 2016 a produção estabilize em 23,4 milhões de euros. Devido ao impulso das exportações da China prevê-se que as comunitárias de carne de porco alcancem um nível recorde em 2016 a 2,4 milhões de toneladas, mais 18 por cento sobre a base anual. As actuais negociações para o acesso a outros mercados podem melhorar ainda mais a situação das exportações.

Em relação ao gado bovino, espera-se que a produção da União Europeia aumente, cerca de 2,4 por cento em 2016. Em 2017 o crescimento permanece, mas mais lentamente. A razão deste aumento de produção é um maior número de abates e dinâmicas exportações de carne e animais vivos. Em 2016, as exportações de animais vão aumentar em 12 por cento, para estabilizar logo de seguida em 2017 a este nível que é superior ao registado em 2013/2014.

No ovino e caprino, a produção líquida da carne também vai continuar a aumentar. Prevê-se um crescimento de dois por cento em 2016 e a estabilidade em 2017. Este aumento acontece apesar dos preços baixos. Entre Janeiro e Março de 2016, os preços mantém-se abaixo do nível dos preços médios de 2011/2013.

Nas aves a produção continua a aumentar em 2016 e 2017 mas a um menor ritmo frente aos anos anteriores, devido a forte concorrência mundial. Em 2015, a produção de carne aumentou em 3,8 por cento, em relação a 2014 até 13,8 milhões de toneladas.

Fonte: Agrodigital

 
 
11-07-2016
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares