Notícias > ViniPortugal espera fechar 2017 com uma subida das exportações para 744 milhões de euros
  Voltar Imprimir
 

 

 
  ViniPortugal espera fechar 2017 com uma subida das exportações para 744 milhões de euros

O presidente da ViniPortugal, Jorge Monteiro, afirmou prever fechar este ano com o valor das exportações de vinho na casa dos 744 milhões de euros, mais 4,14 por cento do que no ano anterior.

«Esperamos que as exportações de vinho se situem no final deste ano nos 744 milhões de euros, apesar da perda na ordem dos 65 milhões de euros verificada com as vendas para o mercado de Angola nos dois últimos anos», disse o responsável pela ViniPortugal num encontro com jornalistas, em Lisboa.

Apesar desta queda, devido à crise económica e aos problemas cambiais com que Angola se debate, os exportadores nacionais conseguiram colocar os seus vinhos noutros mercados, entre os quais os Estados Unidos, Canadá, Polónia, China, Japão e Noruega.

Além disso, a crise no Brasil também fez com que o crescimento das exportações para este país tivesse quase estagnado: «Em 2015 exportámos vinho no valor de 28,8 milhões de euros, montante que foi de 28,9 milhões de euros em 2016», salientou o responsável.

Entre os mercados alternativos que compensaram a queda das exportações de vinho devido à crise em Angola, Jorge Monteiro apontou os Estados Unidos, país para o onde as exportações passaram de 68,9 milhões de euros em 2015 para 74,8 milhões de euros em 2016.

«Trata-se de um crescimento assinalável e um mercado em que os exportadores vão apostar este ano», disse Jorge Monteiro, lembrando também que o mercado russo está na mira dos exportadores nacionais em 2017.

Nos dois primeiros meses deste ano, as exportações de vinho para a Rússia e para os Estados Unidos cresceram 16,7 e 10 por cento, respectivamente. A ViniPortugal prevê que as exportações portuguesas possam também crescer para a Suíça, Japão e a Coreia do Sul.

As exportações portuguesas para Singapura, por sua vez, foram «descontinuadas», pois verificou-se que «os vinhos vendidos eram reexportados e não havia um aumento do consumo local».

E prosseguiu: «Decidimos descontinuar as exportações para Singapura, pois não tivemos resultados nem três anos de trabalho» e este ano estamos «mais focados» em mercados como os Estados Unidos e a Suíça.

O orçamento de promoção das exportações de vinho português realizado pela ViniPortugal será da ordem dos 7,2 milhões de euros este ano e não se prevê que seja alterado nos próximos.

A ViniPortugal tem agendada para este ano a realização de 70 eventos para promover as exportações de vinhos portugueses.Fundada em 1997, é a associação interprofissional do sector vitivinícola e a entidade gestora da marca Wines of Portugal.

Fonte: Lusa

 
 
05-05-2017
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares