Notícias > Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores lança nova marca de certificação
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores lança nova marca de certificação

Sob o mote “Dê o porco ao manifesto – Escolha o que é nosso”, foi apresentada no dia 23 de junho, uma nova marca/selo de certificação Porco PT, uma iniciativa da Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS) que promete elevar e diferenciar a qualidade da carne de porco portuguesa.

O lançamento oficial aconteceu no Congresso Nacional de Suinicultura, que decorre no Cartaxo.

Numa altura em que 52% da população portuguesa desconhece a origem da carne que consome, segundo um estudo de mercado promovido pela FPAS em parceria com a GfK, torna-se essencial o lançamento de uma marca que certifique a origem da carne portuguesa e que promova a qualidade da mesma.

A distinção que irá identificar o novo produto certificado lançado no mercado nacional, pelos suinicultores portugueses, tem como principal objetivo diferenciar a carne de porco produzida em Portugal e surge como resposta do sector à crise vivida nos últimos dois anos.

O produto criado e comercializado sob a nova insígnia implica o cumprimento de um rigoroso caderno de especificações, homologado pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e que regula todo o processo de produção, abate, transformação, comercialização e promoção de uma carne de qualidade superior. Todo o processo é certificado por uma entidade independente de controlo e certificação, a CERTIS.

Mais de 400 profissionais do sector, entre produtores suinícolas, profissionais de saúde veterinária, farmacêuticos, representantes dos industriais de alimentos compostos para animais, assim como responsáveis oficiais das entidades regulamentares do sector, estão reunidos para debater os temas mais pertinentes da suinicultura nacional. Estratégias de desenvolvimento e internacionalização, promoção de raças autóctones, melhoria das práticas de produção e a criação de metodologias de diferenciação da carne de porco pela qualidade, com uma clara valorização do produto nacional, são alguns dos temas em destaque.

O sector suinícola tem um impacto relevante a nível social e económico em Portugal, contribuindo com cerca de 560 milhões de euros para o Produto Interno Bruto (PIB) nacional e empregando, direta e indiretamente, vários milhares de famílias portuguesas.


Fonte: Grande Consumo
 
 
26-06-2017
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares