Notícias > Estabilidade na cotação à espera de Setembro
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Estabilidade na cotação à espera de Setembro


A primeira quinzena de Agosto foi de estabilidade no mercado europeu do porco.

Os países do Norte e centro da Europa, estão à espera do regresso dos seus habitantes após as férias passadas no sul da Europa para que haja aumento dos consumos de carne de porco, os países do Sul ainda estão cheios de turistas que fazem com que os consumos de carne de porco estejam em bom nível permitindo que as cotações se mantenham.

Os pesos estão estabilizados em toda a Europa, o que é um sinal claro de haver equilíbrio entre a oferta e a procura. Esta estabilização poderá ter sido afetada no feriado de 15 de Agosto, já que houve menos 1 dia de abate e isso provoca sempre atrasos na saída de porcos para abate, com o consequente aumento de pesos.

O problema estará na segunda quinzena de agosto ou, mais concretamente, no mês de Setembro que costuma ser de descida das cotações em Portugal e Espanha, levando a que estas se alinhem mais com as cotações do Centro e Norte da Europa.

Por outro lado, tal como referi em comentários anteriores, um dado fundamental para aguentar as cotações na Europa serão as compras de carne de porco que a China vier a fazer a partir de Setembro. As exportações europeias em 2017, para o gigante asiático, são inferiores às de 2016 e espera-se que setembro possa inverter essa tendência. O possível aumento das exportações para a China será um garante para que as cotações do porco sofram descidas mais pequenas. A ver o que poderá ocorrer.

No que diz respeito às cotações, Portugal manteve a sua cotação na Bolsa do Porco. São já 6 semanas consecutivas sem que haja alteração da cotação em Portugal. Contudo, e apesar desta tendência, alguns matadouros têm descido ligeiramente o preço a que pagam os porcos aos produtores.

Em Espanha a cotação também se manteve em 1,435€/kg PV (1,913€/kg carcaça).

Na Alemanha a cotação manteve-se em 1,70€/kg carcaça.

Na Holanda e na Bélgica as cotações mantiveram-se em 1,69€/kg carcaça e 1,20€/kg PV, respetivamente.

A Dinamarca manteve a sua cotação em 1,48€/kg carcaça.

A França baixou a sua cotação 0,014€/kg carcaça fixando-se a cotação em 1,463€/kg carcaça. Os pesos mantiveram-se nos 93,7kg. Os matadouros franceses começam a preparar-se para as compras das grandes superfícies que querem aprovisionar-se de carne para o regresso a casa dos franceses.



Fonte: 3tres3

 
 
21-08-2017
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares