Notícias > Colômbia: Mercado das Frutas
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Colômbia: Mercado das Frutas


A Síntese Setorial de Mercado de Frutas frescas na Colômbia acabada de editar pela AICEP inclui uma breve caraterização do mercado colombiano do setor, nomeadamente relações comerciais internacionais, países fornecedores, principais importadores e outra informação económica e regulamentar relevante.

A expansão económica da Colômbia, com um crescimento real do PIB de 3,2% ao ano entre 2014 e 2016, teve reflexos diretos no aumento do rendimento disponível das famílias e nos seus padrões de consumo.
A fruta, sobretudo importada, não é ainda um produto relevante no cabaz de compras das famílias. O consumo per capita de frutas e vegetais é relativamente baixo na Colômbia. 

No entanto, as campanhas governamentais de sensibilização sobre os benefícios para a saúde do consumo de fruta e a expansão da classe média com poder de compra crescente deverão traduzir-se num aumento significativo da procura de frutas no futuro próximo.

As importações colombianas de frutas frescas têm permanecido relativamente estáveis nos últimos cinco anos, variando entre um mínimo de 182 milhões de euros e um máximo de 209 milhões.
Portugal tem ainda uma importância reduzida no mercado (0,3%), pelo que existe um forte potencial de crescimento para a oferta nacional.
De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, em 2016 a Colômbia foi o 22º cliente das frutas portuguesas, que se limitaram a maçãs e peras.





Fonte: AgroVida
 
 
06-10-2017
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares