Notícias > Suínos: situação nos EUA e na Rússia
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Suínos: situação nos EUA e na Rússia


Segundo dados publicados pela USDA e compilados pelo USMEF, em Setembro, as exportações de carne de porco mantiveram-se estáveis, com 183.481 toneladas. Em valor, as exportações foram de 503,8 milhões de dólares (+3% relativamente ao ano anterior). O volume produzido de janeiro a setembro de 2017 foi de 1,79 milhões t (+8% relativamente ao mesmo período de 2016), enquanto que o valor aumentou 10%, com 4.710 milhões de dólares.

As exportações de carne de porco para o México, em setembro, diminuíram moderadamente em volume para 63.771 t e em valor para 122,1 milhões (-4% e -7%, respetivamente, em comparação com o ano anterior). De janeiro a setembro, as exportações para o México mantiveram-se muito acima do ritmo de record do ano anterior com 585.998 t (+15%) e 1.100 milhões de dólares (+18%).

Os resultados de exportação de setembro foram reforçados pelos aumentos interanuais de Coreia do Sul, Canadá, América Central e do Sul, a região da Associação de Nações do Sudeste Asiático e Taiwan, enquanto que os volumes de exportação tiveram uma tendência a baixar no Japão, China/Hong Kong e Austrália.



Se as taxas de crescimento continuarem, no final do ano a Rússia chegará a um nível de autoabastecimento de carne e produtos de carne de, pelo menos, 85%.

Por outro lado, o diretor geral da União Nacional de Produtores Suínos, apresentou um relatório sobre a situação atual do mercado suíno segundo o qual o volume de exportações de carne de porco para Janeiro -Setembro aumentou em 50% e subiu para 51.700 toneladas e está previsto que, no final do ano possa alcançar 75.000 toneladas.






Fonte: 3tres3

 
 
16-11-2017
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares