Notícias > Existências finais de cereais na UE com subidas no trigo e estabilidade na cevada e milho
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Existências finais de cereais na UE com subidas no trigo e estabilidade na cevada e milho


A produção de trigo na União Europeia na campanha 2017/2018 aumentou em nove milhões de toneladas face à campanha anterior, até um total de 142.531 milhões de toneladas, pelo que as existências finais da campanha sobem em 2,5 milhões até 12,704 milhões de toneladas, de acordo como último balanço da Comissão Europeia.

No caso do milho, alcançou praticamente a mesma produção em relação à campanha anterior, até 62.176 milhões de toneladas, com um aumento da importação de 1,5 milhões de toneladas e de 5,2 no consumo interno, pelo que a campanha terminaria com muito pouca variação de existências.

No caso da cevada, com menor produção, de -77 milhões de toneladas até 58.679 milhões. O balanço apresenta uma perda de consumo interno de 3,7 por cento deixando até ao final da campanha um crescimento das existências de um milhão de toneladas até 6,7 milhões de toneladas.

Em relação às exportações, ainda existe uma grande distância do objetivo da Comissão Europeia, que espera chegar a exportar 27 milhões de toneladas de trigo. Desde o início da campanha, deveria haver um total de 509 mil toneladas exportadas por mês. Na passada semana as saídas foram de 295 mil toneladas que está muito longe deste objetivo semanal.

Assim, para as 31 semanas de campanha, as exportações deveriam ser de 597 mil toneladas por semana para alcançar o objetivo. Nas 22 semanas de campanha, as saídas somam 8,74 milhões de toneladas, menos 20,5 por cento em relação ao período homólogo do ano passado.






Fonte: CONFAGRI / Agrodigital

 
 
05-12-2017
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares