Notícias > Fruta portuguesa a caminho da América do Sul
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Fruta portuguesa a caminho da América do Sul


PÊRA

A primeira remessa de Pêra Rocha a ser exportada para o México, no âmbito dos novos mercados abertos pelo Ministério da Agricultura, liderado por Capoulas Santos, estiveram em tratamento quarentenário de frio. As primeiras Pêras Rocha do Oeste deverão chegar àquele país da América Latina em Janeiro de 2018.

Informa a Informa a DRAP LVT – Direcção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo que, no âmbito do “Plano de Trabalho para Exportação de Pêra (Pyrus communis) de Portugal para o México com tratamento quarentenário de frio” deslocou-se em Dezembro, um inspetor do México, que em conjunto com a Autoridade Fitossanitária Nacional, Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) e os inspetores fitossanitários da DRAP LVT, para validação das condições de armazenamento e tratamento pelo frio da Pêra com destino àquele país.

Foram verificados e validados, o plano operacional de monitorização de pragas nas unidades de produção, as exigências sanitárias e fitossanitárias dos equipamentos e instalações, bem como as câmaras de tratamento pelo frio.

A câmara de tratamento permanecerá encerrada e selada, durante todo o período prescrito no programa de tratamento.

Após verificação da totalidade das condições vertidas no Plano de trabalho, realizar-se-á a abertura das câmaras e “posterior envio da primeira remessa da inconfundível Pera Rocha do Oeste para mais um novo mercado”, realça fonte da DRAP LVT.


MAÇÃ

As maçãs portuguesas já chegam ao Peru, um dos mercados negociados pelo Ministério da Agricultura, liderado por Luís Capoulas Santos. As primeiras 20 toneladas de maçã Royal Gala já seguiram para aquele país da América latina.

Informa a DRAP LVT – Direcção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo que, no âmbito do “Plano de Trabalho para Exportação de Maçã (Malus domestica, Borkh) de Portugal para o Peru”, uma comissão de inspetores peruanos, da Autoridade Fitossanitária do Peru (SENASA), em conjunto com a Autoridade Fitossanitária Nacional, Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) e os inspetores da DRAP LVT, procederam à certificação de 20 toneladas de maçã Royal Gala para o Peru, no início do mês de Dezembro.

Após inspeção e verificação de que todos os requisitos fitossanitários foram cumpridos, a SENASA autorizou assim, a saída da primeira remessa para aquele país.

“Esperemos que o povo peruano aprecie as nossas maçãs, com características únicas e com o seu já habitual aroma do Oeste”, diz fonte da DRAP LVT.






Fonte: Agricultura e Mar Actual

 
 
02-01-2018
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares