Notícias > A UE e a Austrália: negociações para acordo comercial
  Voltar Imprimir
 

 

 
  A UE e a Austrália: negociações para acordo comercial


A comissária responsável pelo Comércio, Cecilia Malmström, juntamente com o primeiro-ministro australiano Malcolm Turnbull e o ministro australiano do Comércio, Steven Ciobo, lançaram oficialmente as negociações para um acordo comercial abrangente e ambicioso entre a UE e a Austrália, na capital australiana, Camberra.

O objetivo das negociações é eliminar os obstáculos ao comércio de mercadorias e serviços, criar oportunidades para as pequenas e grandes empresas, bem como estabelecer regras ambiciosas em consonância com outros acordos comerciais da UE, que contribuam para definir a configuração do comércio mundial.

A abertura das negociações com a Austrália faz parte da agenda da UE para um comércio aberto e justo. Segue-se à conclusão das negociações com o Japão no ano passado e com o México na primavera, bem como à entrada em vigor do acordo comercial entre a UE e o Canadá em setembro do ano passado. O futuro acordo entre a UE e a Austrália permitirá consolidar ainda mais a ação da UE na região Ásia-Pacífico.

A comissária responsável pelo Comércio, Cecilia Malmström, afirmou: «Congratulo-me por poder incluir a Austrália no círculo cada vez maior de parceiros comerciais que partilham a nossa visão. Nestes tempos difíceis, é encorajador ver que a Austrália partilha o nosso compromisso a favor de uma agenda comercial positiva e da ideia de que os acordos comerciais de qualidade constituem um cenário vantajoso para ambas as partes. Estas negociações saldar-se-ão num acordo que oferece claras vantagens, tanto para a UE como para a Austrália. Irá impulsionar oportunidades económicas para as empresas, grandes e pequenas, e criar emprego.»

No seguimento do anúncio, a primeira ronda oficial de negociações entre as equipas de negociadores de ambas as partes terá lugar em Bruxelas, de 2 a 6 de julho.

A Austrália é uma das economias desenvolvidas do mundo em mais rápido crescimento. Negociou recentemente uma parceria transpacífica abrangente e progressiva (CPTPP) com 10 outros países da região do Pacífico. O futuro acordo UE-Austrália irá permitir que as empresas europeias possam beneficiar de condições equitativas de concorrência em relação a empresas de países com os quais a Austrália já celebrou acordos comerciais.

A UE é já o segundo maior parceiro comercial da Austrália. O comércio bilateral de mercadorias entre a UE e a Austrália tem vindo a aumentar de forma constante nos últimos anos, tendo atingido quase 48 mil milhões de euros no ano passado. Os setores que representam a maior parte das exportações da UE para a Austrália são equipamentos de transporte, máquinas e aparelhos, produtos químicos, géneros alimentícios e serviços. O comércio bilateral de serviços ascende a cerca de 28 mil milhões de euros. O acordo poderá aumentar em mais de um terço o comércio de mercadorias entre ambas as partes. Encontram-se disponíveis em linha informações sobre as negociações, incluindo fichas de informação, exemplos de histórias de sucesso de pequenos exportadores, estatísticas e outros documentos.


Visita da comissária Malmström à Austrália


Por ocasião da sua visita à Austrália, a comissária reunir-se-á também com o governador-geral da Austrália, Peter Cosgrove; a ministra dos Negócios Estrangeiros, Julie Bishop; o ministro da Agricultura, David Littleproud; bem como com membros da oposição. Hoje, assegura igualmente, na Australian National University, a conferência Schuman 2018 intitulada UE-Austrália: Uma aliança global para o comércio.

A comissária Malmström participa numa mesa-redonda com empresas australianas e vai encontrar-se com empresas europeias que desenvolvem atividades na Austrália. Com o embaixador da UE, Michael Pulch, a comissária terá igualmente a oportunidade de se reunir com membros da sociedade civil australiana, incluindo representantes das organizações de combate às alterações climáticas e de defesa dos direitos humanos, dos sindicatos e do mundo académico.

Na terça-feira, em Sydney, deslocou-se à sede da Cicada Innovations, uma incubadora de empresas de alta tecnologia em fase de arranque, onde visitará as jovens empresas com atividades em domínios como a robótica, as tecnologias sem fios de nova geração e material médico.

Após a sua visita à Austrália, a comissária Malmström deslocar-se-á a Wellington, onde na quinta-feira (21 de junho) irá dar início às negociações comerciais entre a UE e a Nova Zelândia.


Contexto


Em 22 de maio, o Conselho da União Europeia adotou uma decisão em que autoriza a abertura de negociações tendo em vista a celebração de um acordo comercial entre a UE e a Austrália.

Até à data, as relações comerciais e económicas entre a UE e a Austrália têm decorrido no âmbito do quadro de parceria UE-Austrália de 2008.



Para mais informações


Vídeo e fotografias da visita, incluindo a conferência de imprensa, reuniões e visitas às empresas

As negociações comerciais entre a UE e a Austrália - Sítio específico Ficha informativa

Histórias de sucesso de exportadores







Fonte: Anilact / Comissão Europeia

 
 
20-06-2018
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares